top of page

Guia de Jardinagem Para Iniciantes

Atualizado: 26 de out. de 2022

Cultivar plantas em casa, além de ser um hobby muito prazeroso, ajuda a desenvolver os sentidos e influencia na melhora da saúde física e mental. Alívio do stress e ganho de flexibilidade são alguns dos benefícios para quem se dedica a cuidar das plantas.

Um cantinho da casa pode servir, por exemplo, para abrigar um jardim vertical, independente do tamanho da área que você dispõe, estas dicas de cuidados essenciais vão te ajudar.


Kit básico de ferramentas


Para cultivo de pequenas espécies:


Kit com escardilho, pá e garfo de mão.


Luvas de jardinagem.


Tesoura de poda.


Regador.


Para atividades em áreas externas e grandes jardins, além das ferramentas anteriores, você ainda irá precisar de:

Forcado – para revolver a terra antes do plantio.


Sacho – ideal para abrir covas.


Vassoura para grama – ideal para remover folhas secas.


Mangueira.


Escolha das espécies

As plantas são capazes de mudar a energia de um ambiente e trazer vida para a decoração. Mas elas precisam de condições adequadas para se desenvolverem de forma saudável e, assim, preencherem a casa com sua beleza natural.


Por isso, o primeiro passo para escolher os tipos de folhagens e flores é observar algumas características do espaço. “Antes de comprar qualquer planta, o morador tem que levar em consideração a incidência do sol no local em que ela vai ficar, assim como se o lugar é úmido ou seco, ou ainda sujeito a vento e maresia


Se sua varanda recebe a luz do sol no período da manhã, saiba que você está com sorte, esse cenário facilita a escolha das espécies. Podemos colocar plantas mais delicadas e específicas, que não se dão bem em outros espaços, como maranta-charuto, samambaias de todos os tipos, licualas e, onde não há incidência de vento, helicônias.


Plantio


Plantio em canteiros: Abra a cova no dobro do tamanho do sistema radicular da planta. Preencha a cova com uma mistura de uma mistura de composto orgânico, fertilizante e terra. Acrescente a planta com o cuidado de deixar o topo da cova no nível da sua superfície. Aperte a terra e regue para firmar o solo em torno das raízes.


Plantio em vasos: Escolha o vaso (confira algumas opções aqui) com o diâmetro superior ao do vaso original da planta e certifique-se de que ele possui furos no fundo para drenagem da água. Forre o fundo com argila expandida e coloque uma manta de poliéster para impedir o contato da terra com a argila. Acrescente a terra já preparada com fertilizantes minerais nas laterais e coloque a muda deixando a sua superfície na mesma altura da boca do vaso. Acrescente mais terra e regue bastante.


Cuidados

Em geral, o solo fornece a maior parte das substâncias que as plantas necessitam. Quando isso não acontece o crescimento pode se tornar muito lento, sendo necessário adubar a terra. Para saber o melhor tipo de adubação (orgânica, mineral ou química) e a quantidade necessária faça consultas em lojas do ramo.


Algumas espécies podem também demandar podas esporádicas. É importante que você se informe antes mesmo do plantio sobre as características da planta e a necessidade de cortes. Em geral o aparo é recomendado para controlar o crescimento, incentivar a floração e frutificação e remover as partes atingidas por pragas e doenças.


26 visualizações0 comentário

Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating

Conheça nossos produtos

bottom of page